INSTRUÇÕES DE USO

MANUAL MARKETPLACE

Seja bem vindo, abaixo você encontra todas as informações e instruções para o uso da plataforma.
fotografo

Imagem de Produto

Métodos e melhores práticas para representar a sua marca e produtos com qualidade para seu cliente

marketing

Branding e marketing

Como desenvolver e promover a sua marca junto dos compradores e destacar-se aos cliente

gestao

Gestão e Operações

Informações práticas e conteúdos para realizar a gestão financeira e de operações de sua loja

estrategia

Estratégias e tendências

Esteja atualizado das melhores práticas, estratégias e dicas de mercado para realizar vendas online

Instruções Gerais

Este é o Manual de Uso do Marketplace. Veja instruções básicas abaixo:

  • Nas guias ao lado esquerdo você encontra instruções para cada uma das funções do painel gerencial.

PARA FACILITAR E MELHORAR NOSSO ATENDIMENTO E SUPORTE, DISPOMOS O APP MEU SUPORTE PARA TODOS OS SELLERS E PARCEIROS. 

Abaixo as instruções para uso:

  1. Na loja de aplicativos do seu telefone realize a busca por “Meu Suporte” e instale o app.
  2. Realize a busca por “Abyt ou Abyt Holder”, e selecione:
  3. Realize seu login informar email e senha, o mesmo utilizado para o acesso ao suporte web. Caso não se recorde, nossa equipe poderá informar.
  4. Acesso aos Chamados de Suporte
  5. Abrindo um novo Chamado de Suporte
  6. Acesso ao Chat Online – Disponível para dúvidas rápidas ou suporte emergente. Clique na opção na barra inferior.
    Escolha o departamento e prossiga.
    Nosso horário de atendimento via chat é das 09hrs às 18hrs. Todas as mensagens enviadas fora do horário são verificadas por nossa equipe no dia seguinte.
    Sempre que utilizar esse canal, é gerada a transcrição do atendimento, para validar: Soluções durante ao atendimento, Abertura de Chamados por nossos atendentes, e outros.

Para acesso ao ambiente de gerenciamento da loja, você deve: 

  1. Acessar o Portal Abyt Sellers: https://shopsulmg.com.br
  2. Na parte superior clique em “Clique ou Cadastre-se”.
  3. Insira seus dados (email e senha) e clique em “Acessar”.

Pronto, você está no seu ambiente de Gerenciamento de sua Loja! 

Aqui você terá acesso à:

  • Produtos: Inclusão, manutenções e exclusão do cadastro de produtos e gestão de estoque.
  • Pedidos: Monitoramento de vendas, gestão de atendimento e logística, cancelamentos e trocas, este é o local onde todos os pedidos são listados. Com seguintes status ( Todos, Concluído, Processando, Em espera, Pendente, Cancelado, Reembolsado, e Falho/Perdido.
  • Cupons: São inclusos/cadastrados todos os cupons de descontos e promoções que a loja programe para suas vendas exclusivas.
  • Relatórios: Ambiente de monitoramento e gestão. Disponível nas seguintes visões (Visão geral, Vendas por dia, Mais vendido, Top ganhando, e Declaração).
  • Comentários: Local onde lojista monitora as avaliações dos clientes.
  • Retirada: Monitoramento de recebimentos de vendas.
  • Solicitação de Devolução: Todas as solicitações de devolução estarão visíveis ao lojista.
  • Colaborador: O administrador da loja poderá nomear colaborador(es) para gerenciar sua(s) loja(s) de comércio eletrônico.
  • Seguidores: É possível acompanhar os clientes seguidores de sua loja.
  • Assinatura: Aqui estão descritas as condições de seu plano de parceria, e opções disponíveis para upgrade.
  • Ferramentas: Ambiente de upload de cadastros de produtos. Para utilização é necessário validar com ADMIN via chamado pois requer configurações específicas de seu ambiente e instruções. 
  • Apoio, suporte: Área dedicada ao suporte para clientes da loja, neste local será possível que receba contato de dúvidas, e solicitações.
  • Configurações: Local de ajustes da visualização da loja, detalhes no ambiente. No caso, o lojista é responsável por incluir todos os dados, imagens e logomarca, horário de atendimento, validação de verificação da loja, cadastro de remessas, perfis sociais, descrição e SEO (responsável por validar e otimizar os resultados nos buscadores).

Nesta guia estará os cadastros de produtos de sua loja.
Importante atentar-se aos status e quantidades de produtos à serem cadastrados, que são disponibilizados de acordo com seu plano de uso da plataforma.

(imagem visão geral)

Adicionar novo  produto no canto superior direito.
Será aberto a tela para adicionar os dados básicos do novo produto, produto com muita facilidade, fornecendo apenas os detalhes mais importantes, neste momento.

(imagem de adição de novo produto)

ADICIONAR NOVO PRODUTO

Os campos mostram as informações básicas sobre um produto são:

  1. Nome do Produto: Inserir nome curto que cite a marca do mesmo se houver e modelo.
  2. Preço: Valor do produto para venda normal.
  3. Preço com desconto: Valor do produto com desconto (Opcional).
  4. Cronograma: É opcional e trata-se do recurso para incluir um produto em promoção por determinado período, neste caso quando aplicável, deve ser informado a data de início e término da promoção. O sistema entenderá o cronograma e ao término da data inclusa ele retira a promoção de modo automática. Ou se for o caso, de encerrar uma promoção antes do término, basta acessar o cadastro do produto e cancelar o cronograma.
  5. Descrição curta/breve do produto: Deve ser incluso de modo estruturado a descrição do produto, utilizando sempre o nome da marca, modelo, detalhes básicos sobre qualidade (tecido, material, etc).
  6. Categoria de Produto: Selecione a categoria do produto relacionado. Exemplo: Moda & Calçado –>  Roupas Feminino (informe as categorias disponíveis e relacionadas com o produto, de modo facilitar a busca e resultados nos filtros, consulte o mapa de categorias em caso de dúvidas). Caso não localize a categoria de seu produto, por favor abrir um chamado para o suporte, com detalhes da categoria que deseja que faremos o cadastro. 
  7. TAG (etiquetas) de Produtos: Informar as tags relacionadas ao produto, que facilitam a identificação e busca por parte do cliente.
  8. Descrição longa do produto: Descreva com detalhes seu produto, nesta descrição deve ser informado todos os dados relacionado a marca, tipo de material, aplicabilidade de uso, medidas, instruções de lavagem/manuseio, e fabricante. Caso tenha um manual específico deve ser incluso arquivo ou link relacionado.
  9. Após inserir todas as informações necessárias clique em “Criar Produto”(O mais indicado) ou “Criar e Adicionar Novo”. Repare que seu  produto foi criado, porém, inserimos apenas as informações básicas e que ainda não estão prontas para venda.
    Após clicar em “Criar Produto”  a página será redirecionada e novas informações estarão habilitadas para completarmos o cadastro do produto.
    Após o redirecionamento para a página de edição do produto, há uma opção para selecionar tipos de produto. Você pode selecionar um produto Simples,Variável ou Grupo de Produtos(Consultar guias).

Exemplo de Descrição Curta

Blusa Masculina Hoodie Texture Cristal Osklen é confeccionada em moletom, e tem sua composição em 100% algodão.

Exemplo de Descrição Longa

Blusa Masculina Hoodie Texture Cristal Osklen é confeccionada em moletom, portanto tem um caimento reto, além disso possui gola alta com capuz, mangas longas, detalhe frontal e posterior em estampa de veludo, corte a fio frontal, em conclusão apresenta um acabamento canelado. Apresenta tamanho padrão com modelagem regular, e sugerimos portanto a lavagem à mão.

Composição: 100% Algodão

Marca: Osklen

Transição

Exemplo de palavra / frase

Exemplo de sentença

Causa e efeito

Portanto, como resultado, então, consequentemente,

Estou cansado. Portanto , vou para a cama.

Esclarecimento

Ou seja, em outras palavras, esclarecer

Estamos deixando você ir. Em outras palavras , você está demitido.

Contraste

Mas, no entanto, por outro lado

Eu não gosto de frutas. No entanto , eu gosto de bananas.

Exemplo

Por exemplo, por exemplo

À noite, gosto de relaxar. Por exemplo , eu gosto de assistir TV.

Ênfase

Acima de tudo, mais importante, certamente

Existem muitas razões para se exercitar regularmente. Acima de tudo , mantém você saudável.

Enumeração

Em primeiro lugar / segundo, mais e, além disso, além

Hoje vou escrever um post. Além disso , estou gravando algumas lições em vídeo.

Tempo

Entretanto, durante, posteriormente, depois disso

Vou começar dizendo a você quais são as palavras de transição. Depois disso , eu vou te dizer por que você deve sempre usá-los.

Semelhança

Da mesma forma, da mesma forma, na mesma linha

Ela se esforçou muito para entreter seus convidados. Da mesma forma , ele colocou todo o seu coração e alma em cozinhar um ótimo jantar.

Resumir / concluir

Em conclusão, resumindo, em suma

Em conclusão , as palavras de transição são um aspecto importante de copywriting SEO.


Padrão de Imagem:

TAMANHO – De 600×600 a 1500×1500 (mantendo a taxa de proporção)

  • Para as imagens em alta resolução (origem iphone) validar a centralização do produto e proporção de tamanho, de modo que não corte o produto.
  • Para imagens com origens da web (sites) atenção ao copiar, pois se estiver menor que 600×600 deve ser ajustado (basta redimensionar, aumentando o tamanho e mantendo a taxa de prorpoção).
 Campos de atenção:
  • Imagem principal e demais, devem ser nomeadas com mesmo nome do produto.
  • Imagens adicionais das variações devem seguir o mesmo padrão descrito acima.
  • Campos de nomeação da imagem, ver regra exemplo abaixo
  • Esses tipos de produtos são simples e não têm variações. São produtos únicos e independentes, que não requerem nenhuma outra informação para definir diferentes variantes. Um produto simples costuma não ter variações como cor, tamanho ou algo parecido. Exemplos de produtos simples: Livros, Perfume, Óculos de sol, Carteiras, Cintos, Fones de ouvido e etc.Dentro do produto simples há também duas possíveis modificações, são elas:
    Virtual – O tipo de conteúdo é virtual e portanto não possui entrega;
    Baixável/Download – Dão acesso a um arquivo assim que feito o pagamento.

(Imagem Produto Simples)

INVENTÁRIO

Gerencie o inventário do seu produto.

(imagem Inventário_1)

É possível também que seu produto seja vendido sob encomenda. Para isso, selecione a opção “Encomendas” no campo “Status do Estoque”. Já no campo “Quantidade em estoque do Produto” e “Limite de baixo estoque” deixar o campo em branco ou com o valor 0(zero). Caso não faça isso, automaticamente o produto volta para o padrão “com estoque”. Para finalizar, temos 3 opções no campo “Permitir Encomendas”, sendo:1. Não Permitir : Não acata a opção de encomendas. Caso o estoque esteja com o valor zero, uma mensagem de “Fora de Estoque” será visualizada pelo cliente na página do produto.2. Permita, mas notifique o cliente : Nos casos de produtos sob encomenda, essa opção é a mais utiliza, pois o cliente ao entrar para comprar o produto irá se deparar com uma mensagem “Disponível por encomenda”.

(imagem Inventário_2)

(imagem Inventário_3)

3. Permitir : Permite que o cliente compre o seu produto normalmente, mesmo não tendo nenhuma mensagem de alerta sobre o produto cadastrado como “Encomenda”.

O que é SKU?

SKU é a sigla para Stock Keeping Unit, algo que pode ser traduzido como “Unidade de Controle de Estoque”. Ele nada mais é que um código de identificação única para seus produtos, só que deve ser criado e gerenciado por você mesmo.Cuidados ao criar um SKUEvite caracteres como ”-“, ”/“ e outros caracteres especiais. Eles podem causar um problema e podem gerar erros de validação posteriormente.Não crie apenas códigos sequenciais, por exemplo: SKU1, SKU2, SKU3 e assim por diante.Como criar o SKU?O primeiro passo é definir qual informação é relevante para colocar em seu código, como por exemplo: fabricante – produto – modelo – código – endereçamento de estoque, etc.

Imagine que está vendendo um Perfume Paco Rabanne de 100ml. Seu SKU poderia ser:PRF – de perfume
PR – do fabricante Paco Rabanne
100 – Quantidade de ML do perfume
M – Perfume Masculino
01– a numeração do modeloNesse modelo, seu SKU ficaria assim: PRFPR100M01.

Claro, esse é apenas um exemplo, mas importante é que você crie um padrão que seja fácil para todos entenderem e identificarem facilmente a qual produto pertence esse SKU.

O SKU deve ser único, e, portanto, nunca inserir SKU igual para mais de um produto.

Status do estoque e Gerenciamento de produtos

Se você ativar o gerenciamento de estoque e inserir 4 no campo quantidade, depois que 4 unidades forem solicitadas, este produto mostrará uma mensagem de que todas as quantidades foram vendidas e que não há estoque. Já o campo “Limite de baixo estoque” vai encaminhar alertas para informar que o estoque está com poucos produtos e deve ser reposto. Você pode definir o limite que ache mais viável(Opcional).

O fornecedor pode também permitir encomendas  onde os clientes podem comprar normalmente e terão informações pertinentes do tempo de fabricação e de entrega.

GEOLOCALIZAÇÃO

Por padrão a opção “Igual à loja” está flegada, ou seja, os produtos estão sincronizados com a localização da loja.

(Imagem Geolocalização)

Caso seu produto esteja em um local diferente do endereço de sua loja (ex: no estoque do seu fornecedor, de uma unidade/filial de sua loja, ou você não deseja vendê-lo na cidade de sua loja), desabilite o flag “Igual à loja” e insira o endereço desejado. O mapa identificará o endereço colocado.

(Imagem Geolocalização)

OPÇÕES DE RMA

Verificar a guia de RMA. Procedimentos de Devolução e garantia podem ser inseridas para todos os produtos da loja ou para um produto específico.

FRETE E TAXA

Por padrão o campo ” Este produto requer frete” já vem habilitado. Significa que o fornecedor terá que preencher os campos para que o correio consiga verificar o preço do seu produto a ser despachado. Os campos são:

  • peso(kg): Os pesos estão configurados em kilos e caso tenha produtos com menos de um kilo preencher como exemplo a seguir: 450 gramas(Preencher com ponto –> 0.450). 4.5kilos –> 4.5. 3Kilos –> 3.
  • comprimento(cm), largura(cm) e altura(cm): As medidas estão configuradas em centímetros. Converta para centímetro caso tenha outra medida e utilize o ponto se necessário.

ATENÇÃO: O correios possuem medidas mínimas conforme a seguir. Coloque sempre o mínimo permitido e não ultrapasse o máximo.

(Imagem Medida Correios)

(Imagem Frete Área Fornecedor)

Caso queira utilizar outro método de envio ir para a Guia “FRETE” deste manual.

PRODUTOS VINCULADOS

Top de Vendas: produtos que o fornecedor recomenda em vez do produto atualmente exibido. Exemplo: Produtos mais lucrativos, ou de melhor qualidade ou mais caros.

Venda Casada: são produtos que você promove no carrinho, com base no produto atual.

Para adicionar produtos nessas duas opções você deve criar os produtos e depois inserir nos campos correspondentes.

(Imagem Produtos Vinculados)

ATRIBUTO

Os atributos possuem a funcionalidade de gerar variações de produtos, para que as especificações tais como cor, tamanho ou armazenamento possam ser configuradas. Deixando assim sua loja virtual mais personalizada.

Os atributos são muito importantes para criar variações de produtos.

como estamos criando “Produtos Simples”, não há necessidade de criar atributos para este produto, pois, não possuem variações, mas, vamos inserir o atributo “Marca” do respectivo produto. Esse atributo deve ser configurado previamente pelo administrador.

(Imagem Atributo 1)

(Imagem Atributo 2)

(Imagem Marcas)

 Opções por atacado

UTILIZAR A GUIA DE ATACADO APENAS SE FOR ATACADISTA E ESTIVER NO PLANO CONTRATADO.

Ativar a opção “Ativar atacado para este produto” e defina o preço por atacado e quantidade mínima para atacado(caso você coloque 5 e o cliente queira comprar 4, ele será alertado que faltam quantidades para realizar a compra).

(Imagem Atacado)

Outras opções

Status do produto: Por padrão a opção está como ONLINE, o que significa que seu produto já está visível no ShopSulMg. Caso queira terminar de cadastrar o produto posteriormente ou quiser adicionar em outra data, selecione RASCUNHO, onde seu produto não ficará online e nem visível para os clientes.

Visibilidade: a opção de visibilidade define a privacidade do produto. Por padrão, “Visível” está selecionado. Mas se você deseja que o produto apareça apenas na página de listagem de categorias, nos resultados da pesquisa ou na lista de produtos ocultos, é possível selecionar a opção, respectivamente.

Se você selecionar qualquer outra opção além de  Visível , o produto não aparecerá no site, exceto na página da loja.

Nota de compra: Se desejar que o cliente receba uma mensagem personalizada logo após a compra do produto.

Um produto variável é um produto que possui diferentes tipos de variações (grade).
Por exemplo, você pode vender um shorts jeans que está disponível em 3 tamanhos diferentes e apenas uma única cor. Portanto, esta opção permitirá adicionar as cores e tamanhos necessários. Você pode adicionar variações (grade) com base no padrão de seus produtos, talvez no material usado ou no estilo de costura.

(Imagem Produto Variável 1)

Adicionando Atributos e Variações

Role a página até “Atributo e Variação”.

Primeiramente iremos criar nossos atributos para posteriormente utilizarmos nas variações. Criaremos 3 atributos: Tamanho, Cor e Marca.

Acompanhe o vídeo abaixo para entender melhor a criação de atributos e variáveis.

(Vídeo Criando Atributos e Variações)

INVENTÁRIO

Gerencie o inventário do seu produto. Perceba que agora você está criando um produto variável. O inventário será a quantidade de todos os produtos em estoque que as variações tiverem.

EX: Meu estoque terá 6 shorts jeans, sendo 2 tamanho 38, 2 tamanho 40 e 2 tamanho 42. Os produtos contém todos uma única cor, a Índigo . Portanto, no inventário coloque 6 na “Quantidade em estoque do produto” e nas suas variações coloque 2 no tamanho 38, 2 no tamanho 40 e 2 no tamanho 42. O  total no inventário tem que condizer com a quantidade de produtos das variação criadas.

(imagem Inventário_1)

É possível também que seu produto seja vendido sob encomenda. Para isso, selecione a opção “Encomendas” no campo “Status do Estoque”. Já no campo “Quantidade em estoque do Produto” e “Limite de baixo estoque” deixar o campo em branco ou com o valor 0(zero). Caso não faça isso, automaticamente o produto volta para o padrão “com estoque”. Para finalizar, temos 3 opções no campo “Permitir Encomendas”, sendo:

1. Não Permitir : Não acata a opção de encomendas. Caso o estoque esteja com o valor zero, uma mensagem de “Fora de Estoque” será visualizada pelo cliente na página do produto.

2. Permita, mas notifique o cliente : Nos casos de produtos sob encomenda, essa opção é a mais utiliza, pois o cliente ao entrar para comprar o produto irá se deparar com uma mensagem “Disponível por encomenda”.

(imagem Inventário_2)

(imagem Inventário_3)

3. Permitir : Permite que o cliente compre o seu produto normalmente, mesmo não tendo nenhuma mensagem de alerta sobre o produto cadastrado como “Encomenda”.

O que é SKU?

SKU é a sigla para Stock Keeping Unit, algo que pode ser traduzido como “Unidade de Controle de Estoque”. Ele nada mais é que um código de identificação única para seus produtos, só que deve ser criado e gerenciado por você mesmo.

Cuidados ao criar um SKU

Evite caracteres como ”-“, ”/“ e outros caracteres especiais. Eles podem causar um problema e podem gerar erros de validação posteriormente.

Não crie apenas códigos sequenciais, por exemplo: SKU1, SKU2, SKU3 e assim por diante.

Como criar o SKU?

O primeiro passo é definir qual informação é relevante para colocar em seu código, como por exemplo: fabricante – produto – modelo – código – endereçamento de estoque, etc.

Imagine que está vendendo Shorts Jeans. Seu SKU poderia ser:

SHOF – Sigla de Shorts Feminino
E13085 – Código de referência do produto

U – Relacionado a cor do meu produto
38 – O tamanho do produto.

Nesse modelo, seu SKU ficaria assim: SHOFE13085U38.

Claro, esse é apenas um exemplo, mas importante é que você crie um padrão que seja fácil para todos entenderem e identificarem facilmente a qual produto pertence esse SKU.

O SKU deve ser único, e, portanto, nunca inserir SKU igual para mais de um produto. Para produtos variáveis adicione o SKU para cada variação criada(“Produto Filho”). Não é necessário criar SKU para o produto “PAI”.

Status do estoque e Gerenciamento de produtos

Se você ativar o gerenciamento de estoque e inserir 6 no campo quantidade, depois que 6 unidades forem solicitadas, este produto mostrará uma mensagem de que todas as quantidades foram vendidas e que não há estoque. Já o campo “Limite de baixo estoque” vai encaminhar alertas para informar que o estoque está com poucos produtos e deve ser reposto. Você pode definir o limite que ache mais viável(Opcional).

O fornecedor pode também permitir encomendas  onde os clientes podem comprar normalmente e terão informações pertinentes do tempo de fabricação e de entrega.

GEOLOCALIZAÇÃO

Por padrão a opção “Igual à loja” está flegada, ou seja, os produtos estão sincronizados com a localização da loja.

(Imagem Geolocalização)

Caso seu produto esteja em um local diferente do endereço de sua loja (ex: no estoque do seu fornecedor, de uma unidade/filial de sua loja, ou você não deseja vendê-lo na cidade de sua loja), desabilite o flag “Igual à loja” e insira o endereço desejado. O mapa identificará o endereço colocado.

(Imagem Geolocalização)

OPÇÕES DE RMA

Verificar a guia de RMA. Procedimentos de Devolução e garantia podem ser inseridas para todos os produtos da loja ou para um produto específico.

FRETE E TAXA

ATENÇÃO: Para produtos variáveis adicione as medidas de frete para cada variação criada(“Produto Filho”). Não é necessário criar medidas de frete para o produto “PAI”.

Caso as medidas das variações não sejam preenchidas, automaticamente o sistema adicionará a medida de frete do produto “PAI”, caso seja preenchido.

Por padrão o campo ” Este produto requer frete” já vem habilitado. Significa que o fornecedor terá que preencher os campos para que o correio consiga verificar o preço do seu produto a ser despachado. Os campos são:

  • peso(kg): Os pesos estão configurados em kilos e caso tenha produtos com menos de um kilo preencher como exemplo a seguir: 450 gramas(Preencher com ponto –> 0.450). 4.5kilos –> 4.5. 3Kilos –> 3.
  • comprimento(cm), largura(cm) e altura(cm): As medidas estão configuradas em centímetros. Converta para centímetro caso tenha outra medida e utilize o ponto se necessário.

ATENÇÃO: O correios possuem medidas mínimas conforme a seguir. Coloque sempre o mínimo permitido e não ultrapasse o máximo.

(Imagem Medida Correios)

(Imagem Frete Área Fornecedor)

Caso queira utilizar outro método de envio ir para a Guia “FRETE” deste manual.

PRODUTOS VINCULADOS

Top de Vendas: produtos que o fornecedor recomenda em vez do produto atualmente exibido. Exemplo: Produtos mais lucrativos, ou de melhor qualidade ou mais caros.

Venda Casada: são produtos que você promove no carrinho, com base no produto atual.

Para adicionar produtos nessas duas opções você deve criar os produtos e depois inserir nos campos correspondentes.

(Imagem Produtos Vinculados)

 Opções por atacado

UTILIZAR A GUIA DE ATACADO APENAS SE FOR ATACADISTA E ESTIVER NO PLANO CONTRATADO.

Ativar a opção “Ativar atacado para este produto” e defina o preço por atacado e quantidade mínima para atacado(caso você coloque 5 e o cliente queira comprar 4, ele será alertado que faltam quantidades para realizar a compra).

(Imagem Atacado)

Outras opções

Status do produto: Por padrão a opção está como ONLINE, o que significa que seu produto já está visível no ShopSulMg. Caso queira terminar de cadastrar o produto posteriormente ou quiser adicionar em outra data, selecione RASCUNHO, onde seu produto não ficará online e nem visível para os clientes.

Visibilidade: a opção de visibilidade define a privacidade do produto. Por padrão, “Visível” está selecionado. Mas se você deseja que o produto apareça apenas na página de listagem de categorias, nos resultados da pesquisa ou na lista de produtos ocultos, é possível selecionar a opção, respectivamente.

Se você selecionar qualquer outra opção além de  Visível , o produto não aparecerá no site, exceto na página da loja.

Nota de compra: Se desejar que o cliente receba uma mensagem personalizada logo após a compra do produto.

Você pode criar produtos externos / afiliados de maneira rápida e fácil. Dessa forma, você pode criar produtos e redirecioná-los para seus sites afiliados.

Navegue até o painel do fornecedor → Produtos → Adicionar novo

Ao criar um produto, você precisa selecionar o tipo de produto Externo / Afiliado no menu suspenso.

Além disso, você precisa adicionar o link para o seu site na seção URL e definir o nome do botão. Por padrão, o texto do botão será inserido como “COMPRAR PRODUTO”. O lojista pode inserir o texto do botão que achar mais adequado desde que seja breve e objetivo.

(Imagem Produto Externo 1)

(Imagem Produto Externo 2)

Em seguida, o produto já estará disponível para visualização e após clicar no botão “COMPRAR PRODUTO” o usuário será redirecionado para a página da URL definida pelo lojista.

(Imagem Produto Externo 3)

(Imagem Produto Externo 4)

Etapa 1: criar o produto do grupo pai

Navegue até o painel do fornecedor → Produtos → Adicionar novo

Ao criar um produto, você precisa selecionar o tipo de produto “Grupo de produtos” no menu suspenso.

Lembre-se de que um produto de grupo é um produto pai, portanto, não há campo de preço e você também precisa selecionar uma categoria. Se você não tem nenhuma categoria, crie uma (apenas administradores podem criar categorias de produtos).

(Imagem Grupo de produtos 1)

(Imagem Grupo de produtos 2)

Etapa 2: Crie um produto filho:

Navegue até o painel do fornecedor → Produtos → Adicionar novo

Apenas produtos simples são aceitos como produtos filhos.

(Imagem Grupo de produtos 3)

(Imagem Grupo de produtos 4)

Como este é o produto filho, a categoria do produto deve ser a mesma do produto pai. Além disso, este produto precisa ser ocultado do catálogo. Na outra opção, há um campo de visibilidade. Você precisa defini-lo como oculto e salvar o produto conforme mostrado na imagem abaixo:

(Imagem Grupo de produtos 5)

Etapa 3: vincule o produto filho ao produto pai:

Volte para o produto pai e clique na opção “Produtos Agrupados” que está localizado em “Produtos Vinculados”. Selecione o(s) produto(s) filho(s) e vincule os dois.

(Imagem Grupo de produtos 6)

(Imagem Grupo de produtos 7)

Seguindo as etapas 2 e 3, você pode vincular mais produtos ao produto pai.

Depois de criar e vincular todos os seus produtos filho ao produto pai, você obterá um Grupo de produtos:

(Imagem Grupo de produtos 8)

Notificação de pedido

O vendedor receberá uma notificação por e-mail em todos os pedidos de seu produto.

Listagem de pedidos

A página do pedido exibe os detalhes do pedido. Esta página mostra o número do pedido, o valor total do pedido, o valor ganho, o status do pedido, os detalhes do cliente, a data do pedido e a ação do pedido. você pode visualizar mais detalhes do pedido, gerenciar o status do pedido e excluir o pedido.

Você pode filtrar os pedidos por data. Além disso, você também pode exportar a lista de pedidos.

(Imagem geral pedidos)

Status do pedido

O vendedor pode visualizar e processar o status do pedido na lista de pedidos. Ele poderia concluir o pedido da ação.

(Imagem status do pedido)

Para acessar a área de pedidos e verificar detalhes e tomar ações clique em “Pedido xxxx”

(Imagem pedido)

Nesse exemplo clicamos no “Pedido 11054” e acessamos o painel de pedidos do produto.

Nota de encomenda

O vendedor pode adicionar uma nota a um pedido e definir a nota para o cliente particular. Para observação do cliente, o cliente receberá uma notificação por email para cada nota adicionada. E para a nota particular, apenas o vendedor receberá a notificação por email.

(Imagem nota encomenda)

Detalhes Gerais

Nesta seção, você poderá visualizar o status, a data e a hora do pedido.

Status do Pedido

Existem 7 tipos de status, sendo:

  • Pagamento Pendente:
  • Processando:
  • Aguardando:
  • Concluído:
  • Cancelado:
  • Reembolsado:
  • Malsucedido:

Rastreamento de Remessa

Você pode acompanhar a remessa do produto que está vendendo. Navegue até o Painel do vendedor → Pedidos → Clique no pedido que você deseja adicionar o rastreamento da remessa. Na parte inferior do pedido, você encontrará um botão intitulado ‘Número de rastreamento’.

OBS: Para obter o número de rastreio, você deve levar o produto até as agências do correio para despacho e solicitar o número de rastreio. Após isso, inserir o número e clicar no botão “Adicionar Detalhes de Rastreio” conforme imagem abaixo.

(Imagem rastreio remessa)

Os detalhes do pedido serão atualizados e uma nova nota do pedido será adicionada contendo os detalhes do rastreamento.

(Imagem status)

Para a emissão de nota fiscal, os dados do Cliente responsável pela compra estarão disponíveis nas Anotações do Pedido, garantindo assim agilidade e segurança de informações.

Acesse o Painel Gerencial –> Guia Pedido –> Selecione o pedido desejado e consulte a informação, conforme imagem abaixo.

Cupons de descontos são utilizados nas promoções/ofertas exclusivas da loja para seus clientes.
Utilizando um cupom o cliente terá direito aos descontos, basta informar o código no campo de desconto diretamente no carrinho.

(Imagem área cupons_1)

(Imagem área cupons_2)

Para cadastro/manutenção de cupons é necessário validar todos os campos abaixo:  

  • Titulo: Nome do cupom a ser visto pelo cliente. (Exemplo: PROMO10%)
  • Descrição: Descreva as regras e todos detalhes da promoção. Importante informar quando a promoção é restrita a alguns produtos e/ou algumas categorias apenas.
  • Tipo de desconto: Existem 2 opções de descontos, sendo:
  1. % Sob o valor total do carrinho (sem o frente);
  2. R$ em cada produto (sem o frente)
  • Valor: É o valor a ser aplicado, seja em % ou em R$.
  • Restrições de E-mail: Informar os e-mails  dos clientes/pessoas que vão receber o desconto. Caso queira adicionar mais de um email, insira a “vírgula” para separar os emails. Exemplo: email@hotmail.com , email@gmail.com. Os descontos não são aplicados para e-mails que não forem listados neste campo. 
  • Limite de Uso: Informar quantos cupons estarão disponíveis para uso. (Exemplo: 10 – no caso somente serão possíveis que 10 clientes utilizem o cupom da promoção)
  • Data de Expiração: Após a data informada, o cupom de desconto não estará mais disponível para utilização.
  • Excluir Promoções: Marque esta opção, sempre que os cupons não sejam válidos para produtos em promoção. Caso tenham produtos em promoção no carrinho, os descontos não serão aplicados.
  • Valor Mínimo: Informar quando os cupons sejam aplicado para valor mínimo em compras.
  • Produtos: Informar todos os produtos que estão inclusos na promoção/cupom.
  • Excluir produtos: Exclua os produtos que não serão inclusos ou válidos para a promoção/cupom.
  • Mostrar na loja: Marque esta opção se o cupom estará visível para todos na loja. Nota: Caso deseje criar um cupom de modo reservado, ou seja, apenas para um cliente ou alguns e-mails, não marque essa opção e o cupom não ficará visível a todos.

Visão geral

Visão geral de vendas é exibida na página do relatório. Na parte superior do relatório, existem algumas opções pelas quais o vendedor pode visualizar a visão geral total do seu relatório de vendas, a visão geral por dia, os relatórios de produtos mais vendidos e os relatórios de produtos mais premiados.

Vendas por dia

(Imagem vendas por dia)

O vendedor pode visualizar seu pedido por períodos determinados. O relatório mostra o total de vendas totais, a média, o número total de pedidos, o número total de produtos comprados, os detalhes do cupom e o gráfico de vendas pelo período estipulado.

Maiores Vendas

(Imagem produtos mais vendidos)

O vendedor pode visualizar seus produtos mais vendidos e seu número total de vendas com a linha do gráfico da proporção de vendas.

Maiores Ganhos

(Imagem ganhos)

O vendedor pode ver o valor total de venda dos seus produtos mais vendidos. A opção pode visualizar manualmente por data.

Declaração

(Imagem declaração)

O extrato mostrará suas transações analisando seus aspectos de débito-crédito. Também demonstrará a data da transação, o ID da transação, o Tipo e o Saldo ou essas transações.

Com esse recurso os fornecedores podem moderar as avaliações dos clientes. Os fornecedores podem:

  • Aprovar ou reprovar comentários.
  • Marque um comentário como spam.
  • Envie um comentário para o lixo.

Visão geral

Editando Comentários

Os fornecedores não podem mais editar as críticas dos clientes, mas os administradores ainda podem editá-las ou excluí-las selecionando o produto do fornecedor.

Marcar como spam

Se o vendedor não quiser mostrar nenhuma crítica, ele poderá marcá-la como spam, marcando a crítica e selecionando-a como “Marcar spam” na caixa de seleção.

(Imagem marcar spam)

Marcar como lixo

Se o fornecedor quiser excluir qualquer comentário, ele poderá marcá-las como lixo, selecionando o comentário desejado e escolhendo a opção “Marcar lixo” na caixa de seleção.

(Imagem marcar lixo)

Cancelar a aprovação de comentários

Se o fornecedor quiser reprovar qualquer comentário, basta clicar na opção “Não aprovado” depois de passar o mouse no comentário.

(Imagem cancelar)

Consulte plano contratado e quantos colaboradores estão disponíveis para adicionar. Caso adicione mais colaboradores que o plano contratado, os mesmos serão excluídos do painel de controle.

(Imagem colaborador_1)

(Imagem colaborador_2)

A aba Colaborador permite criar equipes on-line com acesso restrito e personalizado. Os fornecedores podem gerenciar sua equipe on-line de forma independente, sem precisar contar com os administradores usando o painel de controle.

Isso significa que os fornecedores podem:

  • Crie e gerencie equipes de comércio eletrônico on-line diretamente do painel de controle.
  • Adicione com segurança equipes que vivem remotamente e evite os problemas que acompanham o gerenciamento físico de uma equipe.
  • Opere com segurança seus negócios online remotamente.
  • Tenha mais mãos e oportunidades para fazer mais coisas e mais rápido!
  • Tenha mais controle e autoridade para administrar seus negócios de comércio eletrônico, juntamente com uma equipe on-line completa, como um negócio de lojas físicas.
  • Permita que as equipes gerenciem de forma confiável pedidos, produtos, relatórios, revisões, retiradas e etc.
  • Gerencie a permissão para permitir que as equipes acessem determinadas partes dos recursos do fornecedor.
  • Ative ou desative facilmente as permissões usando o gerenciador de permissões inteligente do painel de controle.

Resumindo: Os fornecedores podem adicionar equipes,e decidir quem deve fazer o que e desfrutar de mais liberdade na administração de seu comércio eletrônico!

A ferramenta Analytics exibe estatísticas de visitação de sua loja, a fim de otimizar suas campanhas de marketing.

Com isso, é possível entender como o seu público se comporta. Monitorar o Analytics é fundamental para o crescimento de sua loja.

É muito importante entender a audiência para que ela se conecte a você de maneira fluída e não troque sua loja pelo dos concorrentes.

O Analytics mostra exatamente onde seu negócio está tendo sucesso e onde ele precisa melhorar, sendo um importante aliado do seu marketing digital.

O objetivo principal do Analytics é saber e entender o comportamentos dos visitantes ao navegarem pelas páginas do seu site.

Esse comportamento é demonstrado através de relatórios diários, semanais, mensais ou anuais, que exibem detalhadamente o real interesse dos usuários em suas visitas.

Por isso, é muito importante que você conheça tais relatórios e suas métricas para que suas estratégias de marketing obtenham o máximo de sucesso possível.

É totalmente desaconselhável que você trabalhe sem o uso do Analytics, já que ele possibilita uma melhora considerável na sua presença online.

Muitas vezes, empresas focam apenas no aumento de vendas e não se atentam a todos os outros fatores que afetam suas campanhas de marketing digital.

Isso pode ser muito ruim, fazendo com que o seu negócio perca diversas novas oportunidades.

Os fornecedores podem ver suas análises no painel do fornecedor. Clique na opção Analytics na barra lateral do painel.

(Imagem Acesso Analytics)

O Analytics possibilita que você saiba exatamente tudo o que acontece com sua loja, Sendo:

GUIA GERAL:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • USERS: Número total de visitantes;
  • SESSIONS: Uma sessão do Analytics é um grupo de interações do usuário (conhecidas como ‘hits’) com o sua loja, registradas em um determinado período de tempo.
  • PAGEVIEWS: É o número total de páginas visualizadas. As visualizações repetidas de uma única página são contadas.
  • BOUNCE RATE: Taxa de Rejeição é o percentual de visitas de única-página, ou seja, visita a qual a pessoa abandona seu produto sem visitar nenhuma outra página/produto – Sai por onde entrou sem antes ir para qualquer outra página/produto.
  • NEWUSERS: Número total de novos visitantes;
  • SESSIONDURATION: Tempo de duração em cada sessão e grupo de interações com sua loja/produto.

(Imagem Aba Geral)

GUIA PÁGINAS PRINCIPAIS:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • TÍTULO DA PÁGINA: Página percorrida pelo usuário;
  • CAMINHO DA PÁGINA: Link da página percorrida pelo usuário;
  • VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA: Total de visualizações da respectiva página/produto;
  • TEMPO MÉDIO: Exibe a quantidade média de tempo que os visitantes gastam em uma página/produto de sua loja;
  • TAXA DE REJEIÇÃO: Percentual de visitas de única-página, ou seja, visita a qual a pessoa abandona seu produto sem visitar nenhuma outra página/produto – Sai por onde entrou sem antes ir para qualquer outra página/produto.

(Imagem Aba Páginas Principais)

GUIA ATIVIDADE:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • TÍTULO DA PÁGINA: Página percorrida pelo usuário;
  • CAMINHO DA PÁGINA: Link da página percorrida pelo usuário;
  • ENTRADAS: é a primeira interação do usuário na sessão para todas as exibições de página;
  • SAÍDAS: é a última interação do usuário na sessão para todas as exibições de página;
  • TAXA DE ENTRADA: é a porcentagem em que a página foi a primeira na sessão para todas as exibições de página;
  • TAXA DE SAÍDA: é a porcentagem em que a página foi a última na sessão para todas as exibições de página.

(Imagem Aba Atividade)

GUIA LOCALIZAÇÃO:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • CIDADE: Cidade que o usuário está localizado;
  • PAÍS: País que o usuário está localizado;
  • USUÁRIOS: Quantidade de usuários por CIDADE e PAÍS;
  • VISUALIZAÇÃO DE PÁGINA: Quantidade de páginas/produtos visualizados considerando CIDADE e PAÍS;
  • TEMPO MÉDIO: Exibe a quantidade média de tempo que os visitantes gastam em uma página/produto de sua loja considerando CIDADE e PAÍS;
  • TAXA DE REJEIÇÃO: Percentual de visitas de única-página, ou seja, visita a qual a pessoa abandona seu produto sem visitar nenhuma outra página/produto – Sai por onde entrou sem antes ir para qualquer outra página/produto, considerando CIDADE e PAÍS .

(Imagem Aba Localização)

GUIA ORIGEM TRÁFEGO:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • FONTE: Qual canal de comunicação o usuário encontrou sua loja/produto;
  • MÉDIA: demonstra por quais meios a loja/produto foram encontrados. EX: Orgânico, Direto, Referência ou Mídias Sociais;
  • MÍDIA SOCIAL: Demonstra se o usuário encontrou sua loja/produto por meio de mídias sociais;
  • SESSÕES: Quantidade de páginas/produtos visualizados considerando origem do tráfego;

(Imagem Aba Origem Tráfego)

GUIA PALAVRA CHAVE:

  • Defina o relatório a ser mostrado por dia, mês ou ano;
  • PALAVRA-CHAVE: Demonstra quais palavras chave foram utilizadas para encontrar sua loja/produto;
  • SESSÕES: Grupo de interações do usuário (conhecidas como ‘hits’) com o sua loja, registradas em um determinado período de tempo considerando a PALAVRA-CHAVE.

(Imagem Palavra Chave)

Todos os anúncios relacionados a promoções, manutenções, acessos, operações entre outros, estarão disponíveis para visualização na guia “Anúncios”.

Imagem Anúncio

Cada um dos títulos de notificação é clicável. Clicar no título do anúncio levará o vendedor aos detalhes do anúncio. O vendedor também pode clicar no link “Ver todos” para ver todos os anúncios em uma única página.

Para permitir que os clientes de um fornecedor enviem consultas e problemas relacionados ao produto, o fornecedor precisa ativar a exibição do botão de suporte na página da loja .

  1. Para fazer isso, navegue até Painel do fornecedor → Configurações → Loja.

Na parte inferior da página, você terá dois novos campos:

  • Ativar suporte: você precisa marcar a caixa para usar o recurso de suporte da loja.
  • Texto do botão de suporte: Você pode modificar o texto do botão de suporte da loja a partir daqui.

Após a configuração, clique no botão Atualizar configurações .

Para visualizar o suporte da loja, vá para Painel do fornecedor → Suporte .

(Imagem suporte)

Depois de clicar no menu Suporte , os fornecedores conseguirão ver:

  • Todos os tickets de suporte relacionados a loja;
  • Filtrar por “Tickets Abertos” e “Tickets Fechados”;
  • Ver o Status e Título de cada Ticket, Nome do Cliente(Login de Acesso), Data quando o Ticket foi criado e támbem o Número do tópico/ Pedido;

Para responder ao ticket de um cliente, basta clicar no Tópico ou Título. Isso abrirá uma nova página.

A partir daqui, você [o fornecedor] pode escrever sua resposta ao seu cliente na caixa fornecida .

(Imagem suporte)

Você também pode alterar o status do ticket usando o menu suspenso.

Feche ou reabra um ticket diretamente da  coluna “Ação” após responder o Ticket.

Essa ação pode ser realizada nas três guias: Todos os tickets, Abrir tickets e Fechar tickets.

(Imagem fechar/reabrir ticket)

Os fornecedores podem adicionar quantas respostas quiserem. E os clientes também podem responder às respostas do fornecedor.

Após adicionar uma resposta, os fornecedores podem visualizar a conversa inteira , adicionar mais respostas ou optar por fechar o ticket, se quiserem.

APÓS O CADASTRO INICIAL E CONFIGURAÇÕES DA SUA LOJA, NÃO PODE SER ALTERADO OS DADOS DE ENDEREÇO (CIDADE E CEP).
É NECESSÁRIO ABERTURA DE CHAMADO PARA A ÁREA DE SUPORTE, QUE REALIZARÁ AS ALTERAÇÕES, DE MODO CORRETO.

O banner da loja representará o conceito de produtos do fornecedor. O fornecedor pode usar uma boa imagem interativa visual para atrair a atenção do cliente. O fornecedor definirá a imagem no Painel de Controle → Configurações → Loja.

Para um melhor contato entre as configurações do fornecedor e da loja com o cliente, o formulário de inserção de informações de contato é combinado com número de telefone, endereço de email, informações de localização física, biografia, mapa de localização, abertura e fechamento da loja, descontos e etc.

OBS: O banner deve conter as medidas 625 x 300. Caso não queira inserir nenhum banner, colocaremos o banner padrão.

(Exemplo Banner Loja)

Os fornecedores podem inserir diversas informações importante da sua loja como logo(Recomendado 150 x 150), nome da loja, categoria da loja(categoria será criada pelo administrador), qtd produtos por página, endereço, número de telefone, email(se quiser colocar email, clique em “Mostrar endereço de email da loja”).

(Imagem informações 1)

GEOLOCALIZAÇÃO

Para permitir que os clientes encontrem sua loja e os seus produtos, é necessário preencher o campo “MAPA” com a localização de sua loja. Basta inserir o endereço e o mapa identificará automaticamente.

(Imagem Geolocalização)

Outras informações estão disponíveis para o lojista caso queiram “colocar a loja” em férias. A loja em férias faz com que todos os produtos sejam ocultados e não são visualizados pelo cliente.

(Imagem configurações 2)

Os fornecedores podem agendar o horário de abertura e fechamento de suas lojas online.

Esse recurso está disponível no Painel do fornecedor → Configurações → Loja .

Role para baixo para encontrar o widget para Horário de Funcionamento da loja .

Para cada dia da semana, selecione no menu suspenso Abrir ou Fechar. Se aberto, selecione a duração nos campos numéricos.

Clique em Atualizar configurações .

(imagem abertura/fechamento)

Os fornecedores podem escrever sobre eles na opção Biografia.

(Imagem biografia)

APÓS O CADASTRO INICIAL E CONFIGURAÇÕES DA SUA LOJA, NÃO PODE SER ALTERADO OS DADOS BANCÁRIOS DIRETAMENTE NO SISTEMA.
É NECESSÁRIO ABERTURA DE CHAMADO PARA A ÁREA DE SUPORTE, QUE REALIZARÁ AS ALTERAÇÕES, DE MODO CORRETO

A área de Pagamento demonstra todos os seus dados bancários para recebimento. Essas informações são cadastradas pelo administrador do ShopSulMg. Caso você tenha a necessidade de alterar os dados bancários, entre em contato com o administrador. Qualquer alteração realizada pela loja nessa área não funcionará.

(Imagem pagamento)

Para acessar as áreas de remessa, o fornecedor deverá navegar para Painel de Controle → Configurações → Frete.

Os fornecedores agora podem configurar as taxas de envio de suas lojas de forma independente.

Os administradores são necessários apenas para adicionar as zonas de envio e as classes de envio para que os fornecedores os acessem. Caso tenha a necessidade de adicionar uma nova zona de entrega, entre em contato acessando com o usuário e senha de sua loja o Suporte Técnico. O ShopSulMg fará uma análise de sua solicitação.

A partir daqui, um fornecedor pode adicionar métodos de envio clicando em Editar(Passe o mouse no nome da região que irá editar ).

(imagem Frete_1)

Uma nova página será aberta.

A partir daqui, os fornecedores podem  adicionar novos métodos de envio.

(imagem Frete_2)

Após clicar em “Adicione o método do frete” uma nova pop-up aparecerá com 3 opções: Taxa Fixa, Local de Entrega e Frete Grátis.

(imagem Frete_3)

Dessa forma, os fornecedores podem adicionar métodos de envio ilimitados. Ao passar o mouse sobre o método de envio, os fornecedores podem editar e excluir. E o botão de alternância pode ser usado para ativar / desativar um método de envio.

(imagem Frete_4)

O recurso mais recente adicionado às configurações de frete do ShopSulMg é a capacidade de adicionar a política de frete e o tempo de processamento. Um fornecedor agora pode definir sua própria política de frete e o tempo de processamento do frete para os clientes. Basta clicar na guia configurações da política no canto superior direito marcado como mostrado na imagem abaixo para gerenciar as configurações da política de frete.

(imagem Frete_5)

(imagem Frete_6)

Após inserir as informações, clique em “Salvar Configurações”.

1 – Local de Coleta

No local de coleta, os clientes podem retirar o pedido eles mesmos de um local designado.

1. Para fazer alterações, passe o mouse sobre o método de envio e clique em Editar.

2. Digite um Título  que seja exibido para os clientes na finalização da compra – algumas lojas alteram o título para  Retire na Loja , por exemplo.

3. Digite Custo  – Custo da opção, é aplicado ao carrinho inteiro.

4. Selecione Status tributário. Em seguida, clique em Salvar Configurações e em seguida Salvar Alterações.

(imagem Frete_7)

2 – Frete Grátis

O frete grátis é uma ótima maneira de incentivar os clientes a comprarem mais. Por exemplo, ofereça frete grátis para pedidos acima de R$ 100,00.

1.Insira um título  exibido para os clientes na página do carrinho e no checkout.

2. Digite um  Valor mínimo do pedido  (se aplicável).

3. Clique em Salvar Configurações e em seguida Salvar Alterações.

(imagem Frete_8)

3a. Taxas fixas

Cada zona de entrega pode ter tarifas fixas diferentes (e múltiplas), se desejar.

1. Para fazer alterações em um método de entrega, o fornecedor precisa clicar em Editar.

2. O fornecedor pode alterar o Título, se desejar ou mantê-lo como padrão. Este título é exibido para os clientes na página do carrinho e no checkout.

3. Em seguida, ele deve adicionar o custo (isso é aplicado ao carrinho inteiro).

4. Selecione seu Status de imposto (defina se o imposto é ou não aplicado ao valor da remessa).

5. Você também pode digitar uma Descrição para este método, se preferir.

5. Clique em Salvar configurações.

(imagem Frete_9)

OBS: Caso não queira utilizar os serviços de correios será necessário editar a configurações de envio do seu produto. Para isso, acesse Painel de Controle → Produtos.

Passe o mouse sobre a descrição do seu produto e clique em editar.

(imagem Frete_10)

Vá até “Frete e taxa” e desabilite a opção “Desabilitar frete dos correios para este produto”. Com isso os fretes dos correios não estarão disponíveis na visão do cliente, apenas a opção de frete.

(imagem Frete_11)

Os perfis sociais ajudam você a ganhar mais confiança e destacar seus produtos. Considere adicionar seus links de perfil social para melhor interação do usuário. Você pode vincular todos os sites de redes sociais à sua loja a partir desta página.

(Imagem perfil social)

Para todos os produtos

Para acessar faça o login na sua conta e navegue pelo Painel do Fornecedor → Configurações → RMA.

Opção 1: Rótulo

Essa é a parte em que o fornecedor adiciona um rótulo para todos os seus produtos. Nesse caso, é rotulado como ‘Garantia’. Os fornecedores podem adicionar qualquer título de sua escolha.

(Imagem RMA 1)

Opção 2:

Existem certas dependências nessa opção de tipo de garantia. As dependências são demonstradas abaixo.

Tipo: – Sem garantia e garantia incluídas

O fornecedor pode escolher o tipo de garantia para os clientes a partir daqui. Basicamente, existem três tipos de garantia a oferecer aos fornecedores aos seus clientes. Sem garantia , garantia incluída e garantia como complemento.

(Imagem RMA 2)

O tipo ‘ Sem garantia ‘ não revelará nenhuma nova opção, mas ao selecionar ‘ Garantia incluída’ adicionará mais três opções: DuraçãoValor de Duração(apenas números) e Tempo de Duração como visto abaixo.

A opção Duração é se você deseja oferecer a garantia por tempo limitado ou vitalício. Valor de Duração é o valor a ser adicionado à garantia oferecida para qualquer produto. Por fim, Tempo de Duração é o termo da garantia na forma de Dia(s), Mês(es), Semana(s) ou Ano(s).

(Imagem RMA 3)

Quando Duração da garantia é selecionado como “Tempo de vida  , o Valor da duração e Tempo de duração ficam ocultos, como mostrado abaixo.

(Imagem RMA 4)

Tipo: Garantia como Complemento

Quando esta opção do tipo de garantia é escolhida, o fornecedor pode permitir que os clientes escolham um período de garantia adicional por um custo adicional. O fornecedor pode definir esse custo e duração na opção de “Adicionar configurações de garantia“, como mostrado abaixo.

(Imagem RMA 5)

Opção 3: Motivos de reembolso

Esta opção exibe todos os motivos de reembolso definidos pelo administrador. Agora, os fornecedores podem optar por exibir o motivo do reembolso de sua escolha, marcando a caixa que acompanha sua loja e produtos.

(Imagem RMA 6)

Opção 4: Política de RMA

Esta é a política de solicitação de devolução e garantia definida pelo administrador. Os fornecedores podem definir sua própria política para os clientes com base em sua loja, produtos e serviços.

Para produto individual 

Além de definir a RMA para todos os produtos, o fornecedor também pode definir configurações de RMA para um produto individual.

Para fazer isso, o fornecedor precisa navegar para Painel do fornecedor> Produtos> Selecionar um produto> Editar ou Clicar na imagem do produto> Opções de RMA (marque a opção “Substitua as configurações padrão de RMA para este produto”)

(Imagem RMA 7)

Depois disso, você terá as opções para configurar a RMA para este produto, conforme mostrado abaixo.

Os campos nessa configuração são os mesmos da configuração global, mas aqui funciona apenas para este produto.

(Imagem RMA 8)

O SEO da sua loja pode ajudá-lo a aumentar o tráfego da sua loja e gerar mais vendas. Você pode definir seu título de SEO, meta descrição, meta palavras-chave, título do Facebook, descrição, imagem, título do Twitter, descrição e imagem.

(Imagem SEO)

Posts Recentes

Mantenha-se atualizado sobre temas importantes para o seu negócio.

Como vender pelo Instagram: três estratégias básicas

O Instagram foi criado em 2010 e dois anos depois foi comprado pelo Facebook. Hoje, é a quarta rede social mais usada no Brasil, com 66 milhões de usuários. Ao redor do mundo, o Instagram tem mais de 2 bilhões de usuários.

De acordo com a própria plataforma, 90% das contas seguem pelo menos uma empresa na rede social. Uma pesquisa da Socialbakers, empresa de análise e desempenho de marketing digital, mostrou que apesar de perder para o Facebook em número de usuários, o Instagram é a rede social com maior engajamento, em especial quando se trata de marcas. Isso significa que seu negócio pode encontrar no Instagram mais oportunidades de geração de valor em termos de escalabilidade e interação com o público.

Mas, para que isso aconteça e você comece a vender por meio do Instagram, algumas estratégias básicas são indispensáveis. E, para que elas funcionem, seu negócio precisa de uma conta comercial. Para entender como criar sua conta profissional e ver estratégias de venda no Instagram, continue lendo!

Como e porquê criar uma conta comercial?

Se você usa as redes sociais para promover e vender produtos ou serviços, criar contas profissionais é indispensável. Isso vale para qualquer plataforma que ofereça essa possibilidade, como o WhatsApp Business.

No caso do Instagram, só com uma conta comercial você têm acesso a dados como impressões, alcance e engajamento das suas publicações, além de análises que mostram quem são seus seguidores (gênero, idade, localização e horário e dias em que mais acessam).

Essas informações são muito importantes para conhecer o público e mantê-lo interessado no que você tem a oferecer, então, se você ainda usa um perfil pessoal para promover seu negócio, é hora de mudar!

O primeiro passo é transformar sua conta pessoal em comercial. Basta acessar o menu que fica no canto superior direito do aplicativo. Em seguida, Configurações, Conta e, finalmente Mudar para conta profissional. A seguir, será necessário vincular sua conta comercial a uma página do Facebook. O aplicativo vai dar a opção de criar uma nova página, caso você ainda não tenha. Se você já tem uma fanpage, o Instagram vai pedir que você confirme a vinculação. Por fim, você vai precisar confirmar o endereço de e-mail que deve ser associado a sua nova conta comercial do Instagram. Com sua fanpage e conta comercial do Instagram associadas, as informações básicas do seu negócio vão ser automaticamente preenchidas na hora da criação da conta. Mas você deve conferir e editar caso seja necessário. Capriche na foto de perfil, usando o logo da sua empresa ou uma boa foto de produto. Na descrição, a famosa bio do Instagram, ofereça informações básicas: o nome da empresa e o que ela oferece. Caso você tenha um site, acrescente também.

Três estratégias para vender pelo Instagram

O Instagram do seu negócio pode ser um dos primeiros contatos do seu público com o serviço ou produto que você oferece. Por isso, é muito importante investir tempo, pessoal e recursos nessa plataforma.

Para traçar estratégias inteligentes no Instagram, vamos partir de pilares básicos. Um Instagram comercial precisa ser: um canal de informação, uma vitrine de produtos, um meio de interação com o público e um canal de vendas. Com essas características em mente, veja como aplicar estratégias práticas no seu Instagram comercial.

1. Publique conteúdo relevante

Pesquisas sobre o comportamento do consumidor digital afirmam que usuários da internet procuram informações sobre serviços e produtos desejados em vários canais de comunicação, inclusive nas redes sociais.

Pensando nisso, seu Instagram comercial deve oferecer informações relevantes sobre seu produto, serviço, segmento e curiosidades associadas ao seu negócio. Divulgar apenas o produto não é suficiente, os consumidores estão em busca de conhecimento a respeito do que querem comprar.

Assim, se você é um professor de pilates, por exemplo, além de falar sobre valores e horários de aula disponíveis, você deve fazer publicações sobre seu método de trabalho, os benefícios da atividade física, as particularidades do pilates etc.

O mesmo se aplica para uma pequena empresa de confeitaria, por exemplo. Se você vende bolos de aniversário pela internet, pode falar sobre a matéria prima que utiliza, mostrar o processo de criação de um bolo, explicar porque algumas frutas combinam com chocolate e outras não, sugerir cardápio para festas infantis e por aí vai.

Assim, você cativa novos seguidores pelo conteúdo que publica, mostra o quanto entende daquele segmento ou produto e ganha a confiança de possíveis clientes.

2. Apresente seus produtos

Além de um bom canal de informações e conteúdos relacionados ao seu negócio, seu Instagram precisa ser uma vitrine virtual. É muito importante que os usuários da rede social encontrem com facilidade exemplares do produto que você vende ou demonstrações do serviço que você oferece.

Por isso, capriche nas imagens! Não é necessário ter uma câmera profissional ou ser um fotógrafo. Com um bom celular, iluminação e um cenário clean, você consegue ótimas fotos e vídeos.

Vamos voltar aos nossos exemplos. Use os recursos de filmagem rápida (hyperlapse) para registrar uma sequência de exercícios de pilates no seu estúdio ou o todo o processo de confecção de um bolo de aniversário. Fotografe clientes satisfeitos, produtos encomendados e cada exemplar feito, assim você terá um catálogo de produtos no seu Instagram.

3. Interaja com seus seguidores

Não é a toa que se chama rede social. O Instagram oferece vários recursos para interação entre os usuários da plataforma e empresas devem usar isso a seu favor. Publique fotos em carrossel, vídeos de boa qualidade, use o recurso de enquete nas histórias, fomente a interação nas legendas, faça sorteios de produtos.

As análises disponibilizadas pela plataforma podem ajudar você a construir um bom relacionamento com seu público. Verifique como é a maioria dos seus seguidores e desenvolva uma abordagem que tenha a ver com esse perfil.

Outro ponto importante na hora de interagir com seus seguidores é responder dúvidas. Verifique frequentemente a caixa de mensagens diretas e os comentários nas suas publicações. Se algum seguidor tem dúvidas sobre o serviço ou produto, responda o quanto antes com carisma e objetividade.

O comportamento do consumidor na era digital e porquê digitalizar sua loja

Nesse momento tão delicado que estamos vivendo, a digitalização deixa de ser uma atualização de negócio e aparece como uma necessidade. Para muitos, vender pela internet é, agora, uma solução emergencial e provisória para lidar com a baixa nas vendas e manter o negócio em atividade até que as coisas voltem ao normal.

Mas esse esforço por uma rápida digitalização deve ser apenas o primeiro passo para uma transformação digital mais completa, afinal, o comportamento do consumidor é cada vez mais digital e multicanal. Vamos ajudar você a entender mais sobre a jornada de compra desse consumidor para que você tenha insights de como e por que o seu negócio deve digitalizar.

O consumidor digital

Os dados de uma pesquisa do Google sobre o comportamento do consumidor mostram como a internet tem transformado a forma como as pessoas tomam suas decisões de compra.

A pesquisa deixa claro que a grande tendência do consumidor atual é traçar uma jornada de compra omnichannel. Isso significa que seus clientes estão em vários canais de comunicação digital e buscam informações sobre o que querem comprar em todos eles.

Por isso, a presença do seu negócio em diferentes canais digitais é tão importante. É claro que isso será proporcional ao porte do seu negócio. Não é necessário, e nem possível, que sua empresa esteja presente e ativa em todas as redes sociais e canais de comunicação online. O importante é que você saiba quem é o seu público, como ele se comporta e em quais canais ele busca informações sobre o serviço ou produto que você oferece. Assim, você consegue traçar estratégias de comunicação concentradas e mais assertivas.

A interação entre o digital e o físico

Outra informação interessante sobre esse comportamento de compra é a interação entre o online e o offline. De acordo com o Google, 83% dos entrevistados que visitaram uma loja na semana anterior à pesquisa, fizeram uma busca online sobre o produto desejado. Ou seja, mesmo quem compra em lojas físicas, usa os canais digitais para decidir sobre sua compra. Então, mesmo que seu principal canal de venda seja um estabelecimento, é importante que seu produto e sua marca estejam na internet de alguma forma.

 

Loja Samsung
Inauguração da Samsung Experience Store em Nova Iorque. Foto: Site Samsung US

 

Uma loja da Samsung é um ótimo exemplo dessa interação online e offline. A loja oficial da marca funciona como uma vitrine no produto. O consumidor que deseja comprar um celular vai até a loja e fica por mais de uma hora testando cada modelo, comparando tamanho, toque, peso etc. Depois de se decidir ele sai da loja e faz a compra pela internet.

Esse comportamento já não é novidade e é interessante notar a importância dos dois canais, físico e digital. De fato, o cliente não finalizou a compra na loja, mas a experiência que teve foi fundamental para sua decisão.

A facilidade de encontrar na internet o que se procura é outro fator que coloca a venda online na frente. Na pesquisa do Google, 66% dos entrevistados disseram que preferem fazer compras online porque, assim, encontram com facilidade os itens que procuram.

Além da facilidade de encontrar os produtos desejados, a internet oferece um benefício que 59% dos entrevistados apreciam: recomendações úteis e sugestões sobre o que comprar. Comentários, resenhas, críticas e opiniões sobre produtos são buscas frequentes na internet.

Um outra pesquisa¹ afirmou que 85% dos consumidores analisam, com frequência, avaliações de outras pessoas na internet antes de realizar uma compra. Ter depoimentos positivos sobre seus produtos em alguma rede social pode fazer toda a diferença.

Digitalizar o seu negócio não significa sumir do mundo físico

Por fim, queremos propor uma analogia: pense nas pizzarias da sua cidade. Existem algumas que não fazem entregas, você precisa ir até lá se quiser comer. Outras, atendem apenas por delivery. Mas há pizzarias que oferecem as duas opções aos clientes.

O mesmo se aplica quando falamos de digitalização. O objetivo de todo esse processo não é acabar com sua loja física! O digital pode ser apenas uma extensão do seu negócio. Assim como uma pizzaria pode conquistar novos clientes oferecendo a opção de delivery, você pode descobrir novas oportunidades ao colocar o seu negócio no mundo da internet. Como observamos nas pesquisas citadas, os dois universos estão sempre conectados: o que você faz no digital tem impactos no físico e vice e versa, assim, um complementa o outro para que a sua empresa gere cada vez mais e melhores resultados!

Entender como as pessoas compram é fundamental para traçar as estratégias de venda do seu negócio. E estar presente na internet é essencial para a grande maioria dos empreendedores. Por isso, faça desse momento repentino de digitalização uma transformação de longo prazo que traga bons e novos resultados para o seu negócio!

Reabertura do comércio e a necessidade de uma estratégia de vendas multicanal

Desde maio, algumas cidades brasileiras estão flexibilizando o isolamento social e se preparando para a reabertura do comércio. Empreendedores de todos os segmentos aguardam ansiosamente o momento de abrir as portas de suas lojas físicas.

Mas especialistas apontam que uma das tendências do comércio após a pandemia é a permanência do digital e a adoção de estratégias de venda multicanal.

Isso significa que mesmo com a possibilidade de voltar ao mundo físico, a relevância do digital no comércio e no varejo vai permanecer. Essa tendência, impõe ao empreendedor a necessidade de estabelecer uma estratégia de venda omnichannel. Mas o que é e como aplicá-la no seu negócio?

O que é multicanal?

Não é de hoje que a internet tem transformado a forma como consumimos: o comportamento do consumidor é cada vez mais multicanal. Ou seja, seu público e clientes estão em vários canais de comunicação digital, buscam informações sobre o que querem comprar em todos eles e também procuram lojas físicas para tomar sua decisão de compra.

Quando falamos em estratégias de venda omnichannel, é a experiência do seu cliente que está em pauta. O caráter multicanal dessa estratégia tem o objetivo de proporcionar uma experiência de consumo completa.

Em termos práticos, estamos falando de presença, visibilidade e atendimento. Uma estratégia de venda multicanal oferece facilidades ao consumidor: sua marca está presente em diferentes canais (físicos e digitais), é vista nesses canais e oferece um atendimento de qualidade por meio de todos eles.

É claro que a visibilidade do seu negócio será proporcional a seu porte. Não é necessário, e nem possível, que sua empresa esteja presente e ativa em todas as redes sociais, canais de venda online, além dos espaços físicos.

Por isso, entender como seu público se comporta é fundamental. Além de conhecer bem seu negócio, seu produto e as possibilidades de investimento que você tem. Assim, você consegue traçar estratégias mais assertivas.

Como aplicar a estratégia multicanal?

A reabertura do comércio coloca no centro a necessidade de manter uma estratégia de venda tradicional aliada ao comércio digital. Empreendedores que dependiam de sua loja física tiveram seus negócios extremamente prejudicados. Muitos lojistas buscaram às pressas a digitalização e aprenderam a vender pela internet em tempo recorde para salvar seu negócio. Já os empreendedores que nasceram no digital, tiveram uma experiência completamente diferente.

Mas e agora? Bom, se antes de 2020, a adaptação ao mundo virtual era uma possibilidade, agora é uma necessidade. Especialistas no varejo acreditam que essa digitalização em massa é um caminho sem volta.

Fique atento a três dicas essenciais de como você, que começou a vender online na quarentena, deve aplicar uma estratégia omnichannel:

1. Planeje a reabertura da sua loja física

Leve à sério as recomendações de higiene e segurança. Lembre-se de que a experiência do cliente é importante em todos os aspectos.

Se necessário, reestruture sua loja de acordo com os novos hábitos que todos nós adquirimos nesse tempo. Abra espaços para que as pessoas possam ficar afastadas, ofereça formas inovadoras de testar os produtos e dê preferência a meios de pagamento sem contato.

2. Não abandone sua operação digital

Se suas vendas acontecem majoritariamente na loja física, você naturalmente deve gastar mais tempo e dinheiro nessa frente. Mas mantenha parte dos seus investimentos nas vendas online e procure atender seus clientes por todos os canais onde seu negócio está presente.

Você provavelmente ganhou novos clientes só porque começou uma operação digital. Isso significa que você vai perdê-los se abandonar seu comércio online. Cuide dessa frente para que o seu negócio acompanhe as tendências do consumidor e do mundo.

3. Faça investimentos a longo prazo

Com a reabertura do comércio e o provável aumento nas vendas, você não vai precisar vender pela internet como solução de emergência.

Assim, trace um plano estratégico para melhorar a experiência dos seus clientes no mundo digital: reveja seu modelo de negócio, os meios de pagamento que você oferece, avalie a logística e a entrega dos produtos e repense o atendimento ao cliente.

Informe-se ainda mais sobre marketing e estratégias de venda na internet, busque aprimorar o relacionamento com os clientes pelo WhatsApp Business e pelo Instagram e alimente seus canais digitais com frequência e concistência.

Por fim, lembre-se de que para o consumidor atual, não há distinção entre loja física, virtual, redes sociais, televendas etc. O que conta é a experiência e o relacionamento que ele estabelece com a sua marca (em qualquer ambiente). Invista na presença, na visibilidade e no atendimento do seu negócio.

Boas vendas!

Fale com nossa equipe, nós podemos apoiá-lo!

Horário de atendimento das 09:00 às 17:00

    CADASTRAR MINHA EMPRESA